Cinema na mesa- Filme “Estômago”

2 mar


 Sabrina Demozzi 

 

Vai demorar um pouquinho para estrear aqui em Curitiba (11 de abril), mas mesmo assim já vou falar do filme “Estômago” do diretor curitibano (radicado em São Paulo) Marcos Jorge. O longa-metragem é uma co-produção Brasileira-Italiana produzido pela Zencrane Filmes (Brasil) e pela Indiana Production Company (Itália). Esta é a primeira co-produção cinematográfica que se utiliza do acordo bilateral de produção firmado entre os dois paises no início dos anos 70.

 

Estômago foi o grande vencedor do Festival do Rio em 2007, faturando 4 prêmios.   

De acordo com o release disponível para a imprensa o filme trata de dois temas universais: a comida e o poder. “Porque é exatamente de comida e de poder, ou melhor, de comida como meio de adquirir poder, que trata nossa história”. As filmagens de ESTÔMAGO aconteceram durante 5 semanas, nas cidades de Curitiba e São  Paulo. Toda a finalização do filme aconteceu na Itália, em Milão e Roma.

 

A história 

 

João Miguel (Cinema, Aspirinas e Urubus) é Raimundo Nonato, um imigrante que vem para a cidade grande na tentativa de conseguir melhores condições de vida. Contratado como faxineiro em um bar, descobre que pode ir além, cozinhando. Ele prepara coxinhas que em pouco tempo são um verdadeiro sucesso. É Giovanni, o dono de um conhecido restaurante italiano da região, quem se sensibiliza com os dotes gastronômicos de Nonato e muda sua vida, contratando-o como ajudante de cozinheiro.

 

Raimundo se familiariza com a tradicional culinária italiana, com os vinhos e com os novos sabores. Tem-se aí a sua tão sonhada ascensão social com novas possibilidades de vida. Acontecem então reviravoltas, como a passagem de Raimundo pela cadeia e a sua escalada pelo poder. “Uma fábula nada infantil sobre o poder, o sexo e a culinária”. (Fonte: Zencrane Produtora).                 

 

Para saber mais:

 

– Ganhou o troféu Redentor de Melhor Filme – Voto Popular, Melhor Diretor, Melhor Ator (João Miguel) e o Prêmio Especial do Júri (Babu Santana), no Festival do Rio 2007. – O filme Estômago foi premiado em sua estréia internacional.

 

-Em Rotterdam, Estômago recebeu o prêmio LIONS AWARD, dedicado ao melhor filme da seção Sturm und Drang do festival, e ficou em segundo lugar no julgamento do público, entre 196 filmes, atrás somente de um filme de animação. Estômago teve suas 4 seções completamente lotadas, e um público de aproximadamente 2000 pessoas viu o filme durante o Festival.

 

– A história é inspirada no conto “Presos pelo Estômago”, do livro “Pólvora, Gorgonzola e Alecrim”, de Lusa Silvestre.

 

– Como grande parte da história se passa dentro de uma prisão, Luís Mendes Jr. foi contratado como consultor de vida e comportamento no presídio. Ele entrou na prisão aos 19 anos, semi-analfabeto, e saiu 30 anos depois, como escritor e cronista afirmado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: