Toda a poesia da flor de sal

20 mar

 

Sabrina Demozzi 

Imagine um alimento que é pura poesia. Desde o seu recolhimento até o seu uso. Imaginou? Pois eu vou te ajudar: Nos dias de muito calor se forma à superfície das salinas uma película fina e delicada de cristais de sal. Está aí o sal mais valioso do mundo, conhecido pelo belo nome de flor do sal. O fenômeno só acontece em dias especialmente bonitos, nas tardes quentes de verão em que brisas suaves tocam levemente a água do mar. A flor do sal é coletada à mão e é seca ao sol. Sua produção é limitadíssima e seu sabor e perfume são inconfundíveis. Lembra algo em torno de violeta e o sabor de avelã e iodo. Além disso, contém todos os 84 oligoelementos e micronutrientes encontrados no mar. Um nível adequado deste sal é muito importante para o bom funcionamento do nosso organismo.

            Ainda é pouco conhecido no Brasil, mas na França é bastante utilizado. A melhor origem de flor do sal do mundo é a Guérande na província Francesa da Bretagne. Um quilo deste sal custa em média R$ 78 e não é à toa que é chamado de ouro branco. Parte do fascínio está no fato de que o sal gourmet é um produto sazonal e acompanha o ritmo das estações. A produção acontece entre março e setembro, no verão quando o clima é favorável e o sal se cristaliza mais rápido pela evaporação, neste caso, a coleta é diária. Por outro lado, nos outros meses torna-se uma “caça ao tesouro”. São necessários 80 quilos de sal marinho bruto para produzir 1 quilo de flor de sal. Ao contrário do sal que conhecemos este é fonte natural de ferro, zinco, magnésio, iodo, flúor, sódio, potássio e cobre. Os cristais de sal são verdadeiramente enriquecidos com elementos minerais.               Assim como bons vinhos se distinguem pelas boas regiões produtoras também há diferentes áreas para a produção do sal, com seus próprios sabores e variados aromas. Os franceses lideram a produção, os portugueses em Algarve e os ingleses fazem o sal Maldon. No Brasil a Companhia das Ervas também está coletando a flor do sal e é considerada de primeira qualidade. Já está disponível em alguns pontos de venda nos sabores: in natura, alecrim, aipo, mix de pimentas, funghi e manjericão.      

 

  O uso             

 

Alguns chefs franceses afirmam que o uso deste sal torna o sabor dos alimentos muito especial. Os cristais são crocantes, mas logo desaparecem na boca. Realçam o sabor dos alimentos e acrescem a ele o particular gosto de mar e iodo. Os floquinhos preciosos combinam muito bem com saladas de alface e peixes assados. Também se usa na Itália para dar um gosto especial nas “flores de abobrinha fritas”. Também pode acompanhar batatas cozidas e assadas ou apenas salpicar sobre o pão com azeite. Eu acredito que para finalizar um prato com carneiro ou mignon deve ficar bem interessante.    

Onde encontrar: http://www.ciadaservas.com.br ou  www.emporiumsaopaulo.com.br Dá pra comprar pela internet.    

 

alaea.gif

 

    

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: