Centenário da Imigração Japonesa no Brasil- Um pouquinho de Sushi

27 mar

No dia 18/06/1908, chega ao Brasil, no Porto de Santos, o navio Kasato Maru trazendo as primeiras 165 famílias japonesas que viriam trabalhar nas lavouras. Apesar das dificuldades, o povo japonês que ficou aqui contribuiu e muito para o crescimento do Brasil e também para a disseminação de sua cultura pelo país. Como reconhecimento o governo brasileiro vai preparar festividades para comemorar a data dos 100 anos da Imigração Japonesa no Brasil, uma vez que são mais de 1,5 milhão de nikkeis (descendentes de japoneses que nasceram fora do Japão) sendo a maior comunidade nipônica fora do Japão. (Nippo Brasília).

Mas, para nós o que importa neste momento é falar do maior legado gastronômico que o Japão espalhou pelo mundo. Falo evidentemente, dos sushis. São várias as histórias que explicam a origem do alimento, mas é importante sabermos que ele surgiu primeiramente como um modo de conservação do peixe. Os antigos embrulhavam o peixe no meio do arroz e deixavam-no fermentar durante alguns meses antes de consumir. As propriedades do arroz ajudavam a conservar o alimento além de fornecer excelente fonte de nutrientes.

O sushi como conhecemos é uma espécie de “enroladinho” de arroz japonês e alga (pode ser enrolado com verduras também, como acelga) que leva os mais variados recheios como os frutos do mar e verduras. A alga mais comum para se enrolar os sushis é a nori, que é facilmente encontrada em mercados municipais e lojas com artigos japoneses.  

 Vamos conhecer os principais tipos de sushi e em seguida eu te passo 10 dicas para poder aproveitar bem todas as propriedades da rica culinária japonesa.  

Tipos de Sushi:    

 

0061.jpg

Niguirizushi: Pequena porção de arroz coberta por uma fatia de peixe ou frutos do mar crus. Pode ser: atum, peixe branco, camarão, kani-kama, salmão, lula, enguia, polvo e outros. 

 

   013.jpg

 Uramaki: Arroz sobre a folha de alga. Ura quer dizer fora. A alga fica dentro e o arroz fora. Leva diversos recheios, mas o diferencial é que é salpicado com gergelim torrado o que confere um sabor bem especial. 

 

 temaki_sushi001_large1.jpg 

Temaki: Cones de algas recheados com arroz, peixe cru ou frutos do mar e legumes.  

 

   cg_japan_97b_220y.jpg

 Gunkan Maki: Arroz enrolado por algas marinhas e recheado com peixe cru, frutos do mar, ovas de peixes e legumes.  

 

 sashimipeq.jpg

Sashimis: Fatias de diversos tipos de peixe. É comum acompanhar com wasabi (raiz forte) e molho shoyu.  Os mais populares tipos de sashimi são:

Maguro:atum;
Toro: atum gordo;
ka: lula;
Tako: polvo;
Ebi: camarão ou lagosta;
Saba: cavala (espécie de peixe);
Sake: salmão.

 

 

10 dicas para comer sushi:

  1. Na hora de comer o niguirizushi (o bolinho de peixe em cima do arroz) não se molha no shoyu o arroz, mas sim o peixe. 

 2. Quer provar o wasabi, mas não sabe como ? Coloque um pouco de raiz forte em um ponto do peixe. Algumas pessoas misturam shoyu em um pratinho e em seguida um pouquinho de raiz forte. Os japoneses chamam isso de banho de lama. Outra coisa, eles recomendam que não se coloque shoyu em sushis que já venham temperados com outro molho, porque não se sente direito o gosto. Moderação. 

3. Quer matar um sushiman de vergonha? Então espete a comida com os hashis os pauzinhos). Nunca faça isso. Caso não consiga pegar,  peça para lhe trazerem um hashi com um elástico o que vai facilitar a sua vida.

 4. Abriu os hashis, nada de esfregar um no outro. É rídiculo e desnessário.  

5.  Sabe a toalhinha quentinha que vem à mesa? É para limpar as mãos. Sei que parece óbvio, mas já vi gente colocando sobre o colo. 

 6. O gengibre serve para neutralizar o paladar entre um sushi e outro. Assim como o nabo que vem bem fatiado.  

7. Existe um ritual especial à mesa para tomar o saquê. Levante o seu copinho para receber a bebida, servida sempre por seu vizinho de mesa, apoiando-o com a mão esquerda e segurando-o com a direita. É imprescindível que você sirva o seu vizinho de mesa porque não é de bom tom servir a si próprio. O copo de saquê deve sempre ficar cheio até o final da refeição. A tradição manda fazer um brinde, Campai, esvaziando o copinho num só gole. É sinal de hospitalidade e atenção. (Terra Culinária).  

8. Come-se o sushi inteiro de uma vez, e não em pedaços. 

 9. Não aponte os hashis para alguém ou algo e nem fique movendo eles pelo ar.  

10. Não passe comida diretamente de seu hashi para o hashi de outra pessoa.   

Anúncios

5 Respostas to “Centenário da Imigração Japonesa no Brasil- Um pouquinho de Sushi”

  1. Gabrielle março 28, 2008 às 4:48 pm #

    É o Hanna Matsuri está chegandooo .. vivaaaaa!!! hehehehe

  2. Wagner abril 1, 2008 às 2:05 am #

    Tinha que ser no Porto de Santos…

  3. Tiago outubro 25, 2010 às 3:18 pm #

    ta legal, so corrigir erros “SHAKE”, sake=bebida

    • temperomental outubro 25, 2010 às 3:23 pm #

      Obrigada Tiago,

      Corrigirei agora mesmo, agradeço pelo seu comentário. Volte sempre!

      Abraços.

  4. Cristiano Wagner Hirano dezembro 5, 2011 às 7:45 am #

    Muito boa a dica do nabo com a finalidade de neutralizar o paladar!
    Não sabia dessa!
    =D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: