O falso vegetariano

5 maio

crédito vale 9conto

 

Sabrina Demozzi

 

   “Não, obrigado, eu não como carne.” Foi com esta frase que conheci o falso vegetariano. Explico. Éramos um grupo de amigos que saímos quase todos os dias pra tomar uma cerveja e beliscar alguma coisa depois de um dia atribulado. Os lugares variavam, um dia era um bar irlandês, no outro um alemão e assim por diante. No nosso grupo apenas uma moça era declaradamente “meio” vegetariana. Não comia carne por pena do bicho que quando pequena viu o avô matar. Simples. Não gostava da imagem do bicho morto e depois ali acebolado, fritinho na sua frente. Frango não comia porque viu um documentário que expunha as mazelas da vida do frango, da vida curta. Ela argumentava que o frango nascia pra morrer. Ora, mas não somos todos assim? E que raios de perspectiva um frango pode ter na vida? Mas, ela não comia e pronto. O peixe até gostava, sashimis e camarões. Dizia que não vira o peixe morrer e que camarões ela até esquecia que era carne. Vai entender.

            O falso vegetariano, que depois se mostrou muito mais falso em muitas outras coisas, também dizia não comer carne. – Que crueldade! Que maldade fazem com o bicho! Não sei como vocês suportam comer isso-! E mais uma infinidade de ave-marias sobre o pecado de se comer carne. Em churrascos levava o queijinho coalho de palitinho e assava. Comia com pão, tomate e mostarda. E bebia, como bebia.

            Um dia me contaram que ele pediu uma porção de salsichas em um bar alemão. Quando perguntaram ele disse que “salsicha não é carne, é feita com jornal”. Duvidei. Sabe como é amigos gostam de criar estas histórias. Outros juravam ter o visto devorar um cachorro quente com duas vinas (ou salsichas) bacon, frango e lingüiça calabresa. Continuei duvidando. Que tipo de pessoa se faria passar por vegetariano? Se privar das costelas, da picanha, dos sanduíches de pernil, dos kibes e dos hambúrgueres para inventar que é adepto de uma das dietas mais sem gosto do mundo? Mesmo em tempos em que o consumo excessivo da carne vermelha faz parte do index dos alimentos proibidos, não justificaria uma invenção dessas.

            Mas, eu só conto o que eu vi. Dias destes, indo ao cinema em um shopping aqui em Curitiba passo por uma churrascaria que é tida como uma das mais caras da cidade. Dizem que há uma infinidade de carnes de caça, carnes nobres, cortes especiais e etc. O paraíso dos carnívoros. Eis que vejo entrando o falso vegetariano. Antes de qualquer coisa, me certifico se é ele. É. Penso que ele pode estar acompanhando um amigo, já que nestes lugares há uma imensa quantidade de saladas, massas e acompanhamentos que servem para quem não come carne. Entro no local e fico atrás dele. Está sozinho. De óculos escuros e capote. Tira-os. Não se levanta. Pede uma cerveja. Na mesa há uma espécie de tabuleta indicando qual alimento o garçom pode servir. É um rodízio, afinal. A fartura impera. O falso vegetariano coloca a tabuleta na posição “CARNE” e começa a chacina. Come toda uma fazenda de animais: galinha, faisão, javali, coelho, rã, boi, pato, cordeiro. Olha para os lados para ver se não é observado. E dá-lhe espetar o garfo nos pedaços sangrentos.

            Saí, já era a hora do filme. Fiquei um pouco chateada, afinal eu vi a prova da mentira dele. Mas, por um minuto desfrutei daquele momento. Não há coisa mais prazerosa para um carnívoro do que ver um vegetariano comendo carne, ainda que de forma escondida. É a vingança da maioria. A hegemonia dos carnívoros. Uma prova de que os fundamentalistas não sobrevivem às suas obsessões. E uma hora ou outra vão trair o movimento, cortando um belo pedaço de picanha sem dó nem piedade.              

                       

 

 

 

 

 

Anúncios

5 Respostas to “O falso vegetariano”

  1. Valim maio 10, 2008 às 2:49 pm #

    Agora estou curiosa sobre o falso vegetariano. Será que o conheço?

    Li outros posts também. Parabéns pelo blog!

    Te convido em breve para um “tutu à mineira”. Enquanto isso vou na sopa de batatas.

  2. cati fevereiro 8, 2011 às 3:28 pm #

    Os vegetarianos nao comem carne p nao matar os animais ok.

    a questão é: as plantas tb sofrem qndo sao mortas para servir de alimento. vide o livro: ”A vida secreta das plantas”, que mostra que estes seres são organismos muito mais complexos e sensíveis do que imaginamos.

    o problema não é matar os animais para comer E SIM, o AGRONEGOCIO, que não tem nenhuma ética no trato com os animais. é mto diferente tu criar bichinhos num sítio, dando-lhes uma vida digna, de criá-los confinados em porões com luz 24h por dia.

    • temperomental fevereiro 9, 2011 às 1:02 pm #

      Obrigada pelo seu comentário. Creio que a questão de decidir com o que se alimentar é o direito de qualquer um e como você pode ver esse é um texto ao estilo de crônica, o personagem ia contra seus princípios. Vou procurar saber mais sobre esse livro que você sugeriu parece muito interessante.

      Obrigada
      Sabrina

      • cati fevereiro 10, 2011 às 11:22 am #

        Oi Sabrina,

        Bah acho que fiz um comentário meio ríspido, nao era a intenção, mas enfim..

        Parabéns pelo blog, a única coisa ‘ruim’, é que
        não da pra saber quem o escreve[ou eu q sou muito distraida e nao achei? pode ser..]

        /continue escrevendo/1

        Abraços
        Catiele

      • temperomental fevereiro 10, 2011 às 11:35 am #

        Imagine! Mil desculpas se eu dei essa impressão! às vezes me empolgo a acabo sendo ríspida. Até procurei ontem o livro que vc mencionou porque adoro ler sobre isso. Meu nome é Sabrina Demozzi, sou aqui de Curitiba-PR, jornalista e estudo gastronomia. Se quiser, pode me seguir no twitter e dar sugestões de pauta, artigo, o que quiser! @sabrinademozzi ou meu email mesmo!

        Abraço e obrigada mesmo por comentar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: