Tudo se cura na cozinha

9 out

Sabrina Demozzi

Quando eu estava a caminho do Mercado Municipal nesse sábado (08) para comprar a farinha de amêndoa pra testar uma receita de “macarrons” encontrei um velho amigo que foi meu primeiro “chefe” no jornalismo há uns 6 anos atrás, Wagner “o santista”, um apaixonado por modelos de ônibus,  escritor dos bons, dono de um texto conciso e inteligente- como pode ser visto aqui- http://macucoblog.blogspot.com/. É culpa dele alguns preciosismos que eu tenho quando vou escrever, pois ele sempre editava meus textos e dizia pra eu ajustar. Uma pessoa única, um idealista e um amigo sincero.

O Wagner me fez lembrar dos bons tempos em que eu acreditava na profissão de jornalista. Não que eu não acredite, pelo contrário, luto todos os dias para me tornar uma profissional melhor, mas acontecem coisas na vida da gente que fazem qualquer um desanimar. Propostas absurdas, falta de pagamento, atrasos, picaretagens mil. Eu poderia ser antiética e citar pelo menos uns 5 exemplos aqui, um recente até. Mas não posso. Você, aluno de jornalismo, desconfie quando alguém que te falar que “dinheiro não é problema” e “que nós vamos crescer juntos”. Nunca é assim: você não vai crescer junto não. Será explorado, trabalhará muito mais do que o combinado e não vai poder reclamar. E dinheiro, até pro Eike Batista, é problema sim.

É por esses e outros motivos que cada vez mais faço da gastronomia a minha especialização. Ela me ajuda a não desistir de vez da profissão de jornalista e também me ajuda a me manter focada em estudar e me aperfeiçoar. Minha intenção com esse post é fazer com que as pessoas não se deixem enganar com propostas fáceis de trabalho, o “é rapidinho” ou “é fácil, você faz em um dia” é a maior lorota já contada: se fosse tão fácil assim o analfabeto funcional que está te “contratando” faria, não é não?

Cuidado amigos jornalistas. Encontrem no caminho de vocês razões para a jornada ser menos árdua e traiçoeira. Encontrem uma paixão, foquem nela e nem que você não ganhe nada com isso cultive-a. Nem tudo é dinheiro e status. Uma vez uma pessoa me disse: porque ao invés de criticar tudo, você não fala do que gosta? E foi o que eu fiz. Devo muito à comida: ela me fez conhecer pessoas incríveis, cursar outra faculdade, não desistir. A gastronomia me fez uma pessoa melhor porque me ensinou (e me ensina todo dia) que a honestidade é a matéria-prima mais valiosa que existe.

*Fiz os macarrons (foto)- Estava indo tudo bem até eu inventar de colocar corante líquido na massa pra fazer eles de outra cor. A massa ficou muito mole, desembestou inteira… Mas a versão branquinha ficou deliciosa, porém ao contrário do que diz essa simpática senhorinha do vídeo que vou postar pra vocês não é fácil não. Qualquer deslize pode acabar com a receita. Atenção pra quando forem comprar a farinha de amêndoa. Ela tem que estar sequinha, pois se estiver úmida pode comprometer sua receita. E siga EXATAMENTE o que estiver na receita.

 

 

Anúncios

3 Respostas to “Tudo se cura na cozinha”

  1. Cristiano Hirano dezembro 20, 2011 às 12:47 am #

    Olá Sabrina!
    Não sabia que vendem farinha de amêndoas no mercado muncipal, teria alguma loja específica que possa me indicar?
    Sobre o corante, já tentou o corante em gel? Foi com este que aprendi em um curso, apesar de ainda não ter testado.

    • temperomental dezembro 27, 2011 às 10:07 pm #

      Meu querido, tudo bem?

      Então vou te passar um contato que minha irmã tem pois onde eu comprei a farinha estava muito úmida e ela precisa ser mais sequinha. Bjs

      • Cristiano Hirano janeiro 6, 2012 às 11:04 pm #

        Olá Sabrina, estou bem sim, obrigado. Espero que também!

        Se puder me passar eu vou adorar! Quero tentar fazer!
        Meu e-mail: cristianohirano@hotmail.com
        Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: