Estudar pra quê?

9 fev

Sabrina Demozzi

Eu poderia listar aqui uns 100 motivos que me levaram a estudar a história e a cultura da alimentação, mas não farei isso. Vou aqui dizer qual é o principal motivo que me leva a percorrer um caminho muito mais longo e tortuoso em busca de algo que nem eu sei direito o que é. O motivo é uma pergunta: Por que não? Vários amigos meus me perguntam ou já falam mesmo que é muita burrice ter duas faculdades e não atuar direito em nenhuma delas. O que seria atuar “direito”? Trabalhar em uma redação em Curitiba ou em um restaurante com jornadas exaustivas que vão das 17h até a uma da manhã com um salário de R$ 700? Como todo o respeito e admiração aos heróis que tem que sobreviver com esse tipo de salário enquanto o dono do restaurante colhe os prêmios e enche os bolsos de dinheiro.

Eu não sei qual é o problema que as pessoas veem em quem gosta de estudar, pesquisar. E também não entendo porque estudar gastronomia é considerado algo fútil e hedonista. Tenho um amigo que é jornalista e trabalha em uma redação e toda a vez que eu falo de gastronomia ele me olha como se eu fosse a Ana Maria Braga (nada contra) das Araucárias… Pra ele gastronomia é sinônimo de culinária, receitas e não mais que isso. Ele já me disse inclusive que acha que um mundo com questões tão complexas é perda de tempo estudar esse tipo de assunto.

Será? Será que não devemos nos questionar sobre escassez de recursos, aproveitamento de alimentos e consumo consciente em um mundo que já sofre com o modelo socioeconômico vigente? Será que não é pertinente lembrarmos as pessoas das origens e tradições alimentares que são base da cultura delas? E ainda: por que não oferecer para as pessoas reflexões pertinentes sobre a comida como preço, atendimento, custos, legislação , outras culturas, etc.,? Meu amigo jornalista, isso não seria utilidade pública? Isso não seria jornalismo?

Não existe um curso (ainda!) que especialize um Jornalista Gastronômico em Curitiba. Eu tive que percorrer esse caminho mais longo simplesmente porque não acho que tenho bagagem pra sair falando das coisas sem estudar. Vai demorar? Vai. Mas eu não tenho pressa. Pode me xingar. Sou uma idealista. Combalida pelos reveses da vida, mas ainda acreditando que é possível ser feliz vivendo do que se gosta. E claro, contando pra todo mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: