Temperomental analisa: pão de queijo

21 mar

Sabrina Demozzi

Pão de queijo mineiro

Crédito da imagem: Tudo Gostoso

Fã incondicional desse “pão” tipicamente brasileiro, sempre que tenho a oportunidade alegro minha manhã com um pão de queijo e um café.  O pão de queijo não tem a base de um pão, pois não leva fermento em sua composição, basicamente leva polvilho doce ou azedo, gordura (óleo ou banha) queijo meia cura ou minas, leite e ovos.  É uma receita típica dos estados de Minas Gerais e Goiás que surgiu no século XVIII e popularizou-se no Brasil a partir da década de 50.

Com essa popularização e divulgação do produto é normal que cada região faça o pão de queijo à sua maneira com ingredientes locais e técnicas específicas. Porém, a maioria dos “especialistas” em pão de queijo concorda que o polvilho deve ser escaldado com o leite fervido e o óleo. Dependendo do tipo de queijo nem precisa de sal. E o ovo deve ser colocado um a um para se verificar a consistência da massa que não deve ser muito dura e nem muito mole. Essa massa é determinante para a qualidade do pão de queijo que deve ser firme por fora, com casca suave e o interior macio.

Assim, como não posso fazer esse teste em Minas Gerais visitei 4 estabelecimentos em Curitiba e anotei o que eu vi e hoje passo pra vocês. Apenas ressaltando que essa é uma análise pessoal e está longe de ser definitiva sobre o assunto. Se vocês tiverem sugestões de “degustações” me chamem que eu vou!

1. Casa do pão de queijo- Shopping Mueller

O destaque fica para a famosa rede de franquias que existe desde 1967. No site não há especificação sobre os ingredientes apenas diz que é uma “receita caseira” da vovó. Mesmo assim entre os pães de queijo provados é o que melhor apresentou a consistência e o sabor “típicos” do pão mineirinho. Casquinha firme e interior molinho com sabor de queijo bem pronunciado. É o menor dentre todos os pães e custa R$ 2,20 a unidade.

2. Exprèx Caffè- Rua XV de Novembro, 784 – loja 1

Esse café localizado ao lado do Mabu no centro de Curitiba tem várias coisas gostosas e o pão de queijo também é bom. Costuma acabar logo assim que saem as fornadas do pão quentinho. De tamanho médio a R$ 2,00  a unidade (quando eu fui era esse preço) não tem tanto o sabor de queijo pronunciado, mas é macio e tem casquinha firme. É congelado e eles utilizam o Pão de Queijo Mineirinho.  

3. Caffè Metrópolis- Al. Carlos de Carvalho, 154

Bem parecido com o do Exprèx Caffè também é saboroso, macio e firme por fora. Quentinho, costuma acabar rápido também e daí você precisa esperar sair outra fornada. O que não é um problema, pois o café e o atendimento são ótimos. A R$ 2,50 a unidade tem um tamanho de pequeno pra médio.

4. Confeitaria Siciliana- Rua Dr. Faivre, 420- loja 7

Não sei se é o caso, mas há um erro crucial no preparo do pão de queijo que parece que acontece no produto da Confeitaria Siciliana. Depois de escaldar o polvilho e misturar os demais ingredientes e verificar que não atingiu o ponto para modelar, a pessoa vai lá e acrescenta polvilho pra dar “liga”. Isso vai deixá-lo, depois de assado, farinhento com crosta dura e interior macio, mas não tanto. O sabor do queijo é o menos pronunciado e sente-se demais o sabor do óleo e do sal. R$ 2,00 a unidade.

Mesmo que alguns locais costumem utilizar pão de queijo congelado o que é uma opção diante de tantos itens do cardápio que devem ser preparados, acho importante que ainda assim o café fique atento com a qualidade dos produtos  que passa aos clientes. A proposta é  diferente de estabelecimentos como por exemplo,  o “Lá Da Venda” da chef Heloisa Bacellar em São Paulo, em que há uma preocupação em oferecer um pão de queijo caseiro, digamos assim, feito com queijo curado da Serra da Canastra (MG).

E vocês conhecem algum pão de queijo imperdível em Curitiba?

Anúncios

2 Respostas to “Temperomental analisa: pão de queijo”

  1. André Chiarati junho 5, 2012 às 7:00 pm #

    Tem dois pães de queijo que são ótemos: Marcolini e confeitaria Jansen no Água Verde, próximo ao cemitério. Os melhor disparados na minha opinião!

    • temperomental junho 5, 2012 às 7:02 pm #

      Realmente meu querido, o do Marcolini é muito bom. Esse da confeitaria não conheço, mas se você diz já acredito que é ótimo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: